Com Moral: Juvenal

Foi-se semana passada o último jogador titular da seleção brasileira no jogo contra o Uruguai, durante a final da Copa do Mundo de 1950, no Brasil, Juvenal. Foi-se esquecido. Antes dele, Friaça (autor do gol brasileiro naquele jogo) havia partido.

O que será que o esporte brasileiro ganhará com o legado que Juvenal deixou? Você aí deve estar a se perguntar se realmente deixou algum legado. Pois digo, deixou.  Foi aquela grande seleção a de 1950 que colocou o Brasil na vanguarda do futebol mundial. Que referência tinha o mundo do futebol brasileiro? Leônidas da Silva (o “Diamante Negro”), talvez. Mesmo tendo sido derrotada, o Brasil ali mostrou-se ao mundo, preparado para dar passos maiores.

Não é ilusão pensar que parte foi em honra aos jogadores da Copa de 50 que o Brasil saiu campeão da Copa de 1958, 62 e 1970, principalmente nos 3 a 1 contra o Uruguai em Guadalajara. Tampouco inocência pensar que corre na mente de cada futebolista que se incorpora a seleção brasileira a vontade de apagar a injustiça com que o povo e os desportistas brasileiros foram estereotipados após aquele jogo no Maracanã.

Brasil no Mundial FIFA, 1950. Juvenal é o 6º da esquerda para a direita. Fonte: CBF

Foi-se Juvenal, mas não se pode dele se esquecer. Assim como Bauer, Barbosa, Friaça, Zizinho, dentre outros. Se o futebol brasileiro é hoje reconhecido, devemos também à equipe de 1950.

Lembrar, para não se esquecer.

0 Responses to “Com Moral: Juvenal”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Virgilio’s Tweets

Esses Dias na História

14 de Agosto

1974 – Nasce Ryan Gracie, grande responsável pela expansão dos negócios da família com academias de Jiu-Jitsu Brasileiro.

15 de Agosto

1823 – Adesão da Província do Grão-Pará ao Império do Brasil.

16 de Agosto

1992 – O inglês Nigel Mansell torna-se campeão mundial de pilotos de Fórmula 1

17 de Agosto

1979 – Fundada a Associação Nacional de Jornais do Brasil, com o objetivo de defender a liberdade de imprensa

18 de Agosto

1964 – A África do Sul é banida dos Jogos Olímpicos pelo COI por não renunciar ao regime de apartheid (política de segregação racial)

19 de Agosto

1981 – Entra no ar o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

20 de Agosto

2016 – O Brasil conquista a medalha de ouro no futebol masculino dos Jogos Olímpicos.

21 de Agosto

1991 – Tentativa de golpe na URSS: a junta é dissolvida e Mikhail Gorbachev recupera o poder. O parlamento da Letônia proclama sua independência da URSS.

22 de Agosto

1910 – Anexação da Coreia pelo Japão, o que quase extinguiu a cultura coreana.

23 de Agosto

1987 – O Brasil conquista a medalha de ouro no basquetebol masculino nos Jogos Pan-Americanos.

Blog Stats

  • 144,532 hits

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: