Produção de Podcasts

Entre as atividades que desenvolvo está a da produção de podcasts. Um deles é o “EsportePédia”, que desenvolvo com o Ale Ferrer, sobre curiosidades de temas relacionados ao esporte. Durante a quarentena temos produzido alguns episódios, entre os quais:

E este:

Para além deste podcast, produzo com os amigos Luís Kolle, Luiz Haas e Thiago Santos o podcast “Em Jogo”, sobre Gestão e Marketing do Esporte. Assim como o “EsportePédia”, deixo-vos aqui os últimos dois episódios:

Mais um:

Muito obrigado por terem lido este texto até o fim.

Evolução e Curiosidades dos Artigos Esportivos

No episódio 13 do EsportePédia, eu e o Ale Ferrer falamos sobre como esta indústria evoluiu ao longo dos anos, tenho como ponto-de-partida as chuteiras na Copa do Mundo de Futebol de 1954, na Suíça. Das chuteiras pretas, às coloridas; dos uniformes-padrão ao envolvimento com a indústria da moda. Tudo o que mudou ao longo de décadas e muitas curiosidades que envolvem os artigos esportivos nas diversas modalidades.

Confiram mais um episódio da “Enciclopédia do Esporte”:

Gestão do Esporte: integração entre Academia e Mercado

Eu, o Thiago Santos, o Luís Kolle, o Luiz Haas e o Lucas Toniazzo analisamos sobre a integração entre ensino, pesquisa em Gestão do Esporte e o mercado para o Gestor do Esporte. O que falta para andarem mais juntos? Os dois “mundos” são fechados? Faltam oportunidades?

Confiram este bate-papo que é o quinto episódio do podcast “Em Jogo”:

Podcast sobre Gestão do Esporte

Participo de mais um projeto que é o de um podcast sobre Gestão do Esporte, o “Em Jogo”, com os amigos Luís Kolle, Luiz Haas e Thiago Santos. Semanalmente lançamos um episódio que debate temas do universo da gestão e do marketing do esporte.

“Em Jogo” porque no esporte há bastante coisa em jogo, quer seja dentro dos campos, das quadras, matames, ringues, quer seja fora dele também. Justamente isso que vamos discutir, debater, refletir e, humildemente, gerar as inquietações que naturalmente possam surgir. Na realidade tudo isso começou no ano passado e a ideia foi retomada sob outro aspecto recentemente.

Eis o quarto episódio, acerca da formação em Gestão do Esporte.

Além de estarmos no soundcloud, o “Em Jogo” está no Spotify e na apple podcasts.

Obrigado!

Regras que mudaram os esportes

No episódio 12 do podcast “EsportePédia”, este blogueiro e Alê Ferrer comentaram em pouco menos de uma hora sobre algumas regras que transformaram o mundo dos esportes.

Por exemplo, antes não havia no basquete a cesta de três pontos e nem o ‘shotclock’, tempo para executar uma jogada. Há pouco mais de 20 anos no voleibol havia a lei da vantagem. No futebol, até os anos 1990, o goleiro podia agarrar com as mãos as bolas recuadas e, até a Copa do Mundo FIFA 1970, não existiam os cartões amarelo e vermelho.

Algumas curiosidades e muito mais neste bate-papo divertido. Confiram:

Episódio novo do podcast do “EsportePédia”

O autor deste site trabalha em um projeto chamado “EsportePédia”, e um dos seus produtos é um podcast. É realizado em conjunto com dois grandes amigos, o Chico Dudu e o Ale Ferrer.

Já temos mais de dez episódios em que contamos alguns casos sobre o envolvimento do esporte com a política e algumas curiosidades intrigantes. Por isso do nome: “EsportePédia”, espécie de “Enciclopédia do Esporte”.

No décimo primeiro episódio, eu e o Ale Ferrer contamos a curiosa história do porquê de as bases das traves da Copa do Mundo de futebol masculino de 1978, na Argentina, terem sido pintadas de preto, mostradas na foto abaixo:

Foi um sinal de protesto. Saibam mais sobre o tema no podcast do “EsportePédia”, disponível nas principais plataformas (Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts) ou então no link a seguir:

SuperCopa do Brasil 2020

No último fim-de-semana estive em Brasília para trabalhar na Apresentação do Esporte como locutor do “Estádio Nacional de Brasília – Mané Garrincha” na “SuperCopa do Brasil 2020”, entre o Clube de Regatas do Flamengo e o Club Athletico Paranaense, respectivamente o campeão da série A do Campeonato Brasileiro de 2019 contra o vencedor da Copa do Brasil da mesma temporada.

O jogo foi promovido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Um trabalho diferente, rápido, bastante corrido e de grande concentração porque era apenas um jogo. Obrigado “SP2 Brazil” pela confiança e convite.

O rubro-negro carioca venceu por 3 a 0 para um público de 48.009 (quarenta e oito mil e nove) torcedores.



%d blogueiros gostam disto: