De Última Hora

Em cima da hora resolveram reformar uma das pistas da Marginal Tietê para determinados carros passarem a 300km/h durante uma etapa da Fórmula Indy.

Conseguiram fazer, São Paulo atraiu muitos turistas. Entretanto, a projeção da cidade foi péssima. Uma pista improvisada em pouco mais de cem dias podia ter levado a uma tragédia. A instabilidade dos carros era notória nas transmissões. Pelos improvisos, reformas e urgências, o custo da prova deve ter sido alta e oxalá os organizadores tenham contado com isso e não sejam surpreendidos com eventual prejuízo. 

Sambódromo do Anhembi, usado no traçado do circuito de São Paulo da F-Indy (www.band.com.br)

Sambódromo do Anhembi, usado no traçado do circuito de São Paulo da F-Indy (www.band.com.br)

É fundamental que tenham um projeto a longo prazo para a F-Indy em São Paulo. Os realizadores correram riscos que não eram precisos. A cidade bem podia esperar um ano mais para organizá-la, a fim de bem receberem os pilotos e a operar com princípios da gestão: com planejamento, prazos e metas, com o objetivo de minimizar os riscos.

0 Responses to “De Última Hora”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: