Jabulani reclama de maus tratos

Em conferência de imprensa realizada hoje pela manhã no Ball Hall, em Joanesburgo, África do Sul, o sindicato das bolas dos mundiais de futebol expressou em comunicado oficial o descontentamento com o tratamento que tem sido feito aos esféricos neste Mundial de futebol FIFA.

Estiveram presentes a veteraníssima Telstar, a Telstar Durlast, a Tango Rosario, a Tango España, a Azteca, a Etrusco, a Questra, a Tricolore, a Fevernova, a Teamgeist e a própria Jabulani. A bola porta-voz, a Jabulani, disse que sentiu-se como uma bomba da guerra civil iugoslava nos jogos da Eslovênia contra a Argélia e em Sérvia x Gana. A bola também não gostou da indiferença com relação a ela no jogo França x Uruguai: “não me viram…”. Inclusive está com crise existencial: “…estive neste jogo?”. “Cansei de ser buscada nas bancadas”, disse a bola.

Tadinha.

O sindicato das bolas disse que se medidas não forem levadas a cabo a fim de tratarem-nas com estima, tomará sérias providências. Os atletas reclamaram muito dela antes desta Copa do Mundo, enquanto que na verdade percebe-se que é ela que deve reclamar dos jogadores.

0 Responses to “Jabulani reclama de maus tratos”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: