Maradona, o Avô

Fui pego de surpresa durante esta semana! Não foi por causa das eleições, nem pela derrota do FC Porto em Londres, ou do Artmedia Petrzalka, em Bratislava. Vi Kun Agüero comemorando um gol alá Robinho a celebrar a breve chegada ou o nascimento do seu filho. Pergunto ao Corbellini se a noiva dele, Gianinna, filha de Maradona, estava grávida. Resposta afirmativa, Maradona avô! Difícil de acreditar.

O casal Gianinna Maradona e Kun Agüero (Fonte: diariouno.com.ar)

Independente do triste fim de carreira (a futebolística) que ele teve, dizem que assim é a vida. Uma hora ou outra ele iria ser avô mesmo. Aquele garoto nascido em um bairro privado (privado de luz, água, saneamento básico), quando ainda criança disse um dia disse à TV que conquistaria o mundo com a seleção argentina. E conquistou. Foi campeão mundial adulto aos 17 anos, fez fama e sucesso. Foi o melhor do mundo ao lado de Pelé. Um domínio de bola, noção de espaço e garra dentro de campo incomparáveis. Acabou com um país usando os pés, claro, mas também ao usar uma das mãos, que ele disse era a de Deus.

A “Mão de Deus” de Maradona, contra a Inglaterra, no Mundial México’86 (fonte: fifa.com)

Rodou o planeta, fez a Argentina ser mais ainda conhecida pelo globo. Conheceu reis, rainhas, sultões, generais, comandantes. Conheceu pessoas. Conheceu pessoas que levaram-no a tomar um caminho de onde até hoje ele quer sair (pelo menos acredito), mas não consegue. Em determinadas ocasiões – nas clínicas de tratamento -, convive com pessoas que acreditam serem o Papa ou San Martín. Ele não pode falar nada que acredita ser o Maradona, porque ele é o próprio. A vergonha que ele sente em ter escolhido este outro caminho é visível.

Não adianta aparecerem Robinhos, Messis, Henrys, Beckhams, Cristianos Ronaldos. Maradona será insuperável. Hoje em dia muitos condenam-no pelo seu passado (quiçá pelo presente também), mas ele merece outra chance. Quem sabe Leonel Agüero Maradona, o futuro neto, faça do avô perceber o tempo que perdeu, o tempo que poderia ter passado com a família, o exemplo que ele precisa ser para este neto. Tomara.

1 Response to “Maradona, o Avô”



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Virgilio’s Tweets

Esses Dias na História

14 de Agosto

1974 – Nasce Ryan Gracie, grande responsável pela expansão dos negócios da família com academias de Jiu-Jitsu Brasileiro.

15 de Agosto

1823 – Adesão da Província do Grão-Pará ao Império do Brasil.

16 de Agosto

1992 – O inglês Nigel Mansell torna-se campeão mundial de pilotos de Fórmula 1

17 de Agosto

1979 – Fundada a Associação Nacional de Jornais do Brasil, com o objetivo de defender a liberdade de imprensa

18 de Agosto

1964 – A África do Sul é banida dos Jogos Olímpicos pelo COI por não renunciar ao regime de apartheid (política de segregação racial)

19 de Agosto

1981 – Entra no ar o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

20 de Agosto

2016 – O Brasil conquista a medalha de ouro no futebol masculino dos Jogos Olímpicos.

21 de Agosto

1991 – Tentativa de golpe na URSS: a junta é dissolvida e Mikhail Gorbachev recupera o poder. O parlamento da Letônia proclama sua independência da URSS.

22 de Agosto

1910 – Anexação da Coreia pelo Japão, o que quase extinguiu a cultura coreana.

23 de Agosto

1987 – O Brasil conquista a medalha de ouro no basquetebol masculino nos Jogos Pan-Americanos.

Blog Stats

  • 144.581 hits

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: