A Crise e a F1

Falam por aí que a crise econômica por que o mundo passa chegou à Fórmula 1. Nesta semana a montadora Honda anunciou a sua saída do circo. Isso significa menos equipes e menos patrocínios. Entretanto esta notícia não é o prenúncio de um possível agravamento da situação.

Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos (fonte: www.itu.int)

A F1, o automobilismo, o esporte em geral têm uma saída. Uma não, peço desculpas. Tem algumas. Uma delas até há pouco tempo achavam que era a China. Provavelmente o seu circuito sairá do calendário por falta de público e patrocínio. O negócio da China é formar atletas e o seu politburo não agüenta sustentar eventos como este. Uma “capitalistíssima” prova de F1 não é assunto para os “comunas” chineses.

O circuito de Xangai, da F1 (fonte: www.xpb.cc)

A rica Abu Dhabi será a segunda localidade do Oriente Médio a receber o circo de Ecclestone (F1), ao lado do Bahrein. Não vai demorar para que o petróleo árabe organize uma equipe. Se a crise aumentar, serão organizadas mais corridas naquela região. Temos lá a Arábia Saudita, o Kuwait e o Omã como potenciais anfitriões. Um pouco mais a leste temos a Índia, com um incrível potencial: 300 milhões de milionários e 500 milhões de habitantes que fazem parte da classe média. Uma “scuderia” eles já têm, a Force India. Vamos um pouco agora à Ásia Central. Ao Cazaquistão, para ser mais exato. Eles querem se mostrar para o mundo. Planejaram a capital do país (Astana). Têm um time no Tour de France de ciclismo. Caso queiram os cazaques não demorarão muito para construírem um autódromo e se oferecerem à FIA para receberem uma prova.

Astana, a capital do Cazaquistão (fonte: www.baltitravel.com)

A crise não chegou à F1. Poderá até chegar, mas saídas existirão. Incerto mesmo só para os pilotos que aspiravam ocupar os lugares de Barrichello e Button na Honda.

1 Response to “A Crise e a F1”


  1. 1 † Riku † 15/12/2008 às 4:55 pm

    Quando o assunto é esporte, há sempre saídas para as crises… É necessário que a FIA saiba agir cautelosamente e, então, muita coisa boa poderá ocorrer…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Virgilio’s Tweets

Esses Dias na História

20 de Novembro

1994 – O governo de Angola (MPLA) e os rebeldes (UNITA) assinam o protocolo de Lusaka, no Zâmbia, e colocam fim a 19 anos de Guerra Civil

21 de Novembro

1902 – O Philadelphia Football Athletics derrota o Kanaweola Athletic Club de Elmira/NY por 39 a 0, no primeiro jogo profissional do Futebol Americano jogado à noite

22 de Novembro

1975 – Juan Carlos é declarado Rei da Espanha, após a morte do Gral. Franco

23 de Novembro

1971 – A República Popular da China ganha a vaga da República da China no Conselho de Segurança da ONU

24 de Novembro

1973 – É imposto limite de velocidade nas “AutoBahns” alemãs em função da crise do petróleo. Esta imposição dura apenas 4 meses.

25 de Novembro

1966 – Primeiro link de TV entre o Reino Unido e a Austrália

26 de Novembro

1917 – Formação da National Hockey League/Liga Nacional de Hóquei (NHL) com as seguintes equipes (todas canadenses): Montréal Canadiens, Montréal Wanderers, Ottawa Senators, Québec Bulldogs e Toronto Arenas

27 de Novembro

***Dia de São Virgílio***

1971 – O programa espacial soviético comemora a chegada do módulo “Mars 2”, o primeiro objeto produzido pelo homem a atingir a superfície do planeta Marte

Blog Stats

  • 145.752 hits

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: