As 12 Rainhas

Durante os últimos dias o mundo – por que não? – acompanhou de perto a babação de ovo de 17 cidades brasileiras para a comitiva da FIFA/CBF/Ministério do Esporte, com o objetivo de serem escolhidas como cidades-sede do Mundial de Futebol de 2014. A cada cidade visitada, uma surpresa: um mimo, uma dança, enfim. Beirava o ridículo. São as 17 cidades que concorrem a 12 vagas de cidades-sede: Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba; São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte; Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, Brasília; Rio Branco, Manaus, Belém; Fortaleza, Natal, Recife e Salvador. O que será que é preciso para ser sede?

Mais que influência política e pujança econômica, claro. Se tivermos como base a Copa da Alemanha de 2006, Rostock e Dresden foram as únicas grandes cidades que ficaram de fora. Nos EUA durante o Mundial de 1994, lembro-me de Atlanta, Seattle e Denver, como grandes cidades que foram deixadas de lado (mesmo Atlanta sendo sede da Coca-Cola, principal patrocinador da FIFA).

Por enquanto o mundial do Brasil está muito incipiente, com projetos baseados em maquetes e em desenhos. Se pelo menos cerca de 60% daquilo que foi planejado e desenhado sair dos papéis, já vai ser uma vitória.

Complexo viário da Cidade do Cabo (www.development.co.za)

Faltam 5 anos para 2014. São apenas 5 anos. São 5 anos para o país investir em transportes, comunicações, turismo, segurança, educação, turismo e emprego. Muito será preciso ser feito para o país ter condições de receber o segundo maior evento do planeta. É aquilo mesmo dos 50 anos em 5 de JK. Pior ainda, talvez 100 anos em 5.

Pelo visto, vários estádios serão reformados. Discordo disso pelos gastos excessivos. É mais barato construir um novo do que reformar um antigo. Se querem saber como se constrói um estádio, que conheçam o trabalho feito por Portugal para a Euro’2004. Para potenciar o uso de um estádio, que saibam como este trabalho é conduzido nos EUA e no Canadá. Se o Brasil quiser potenciar a incorporação de um estádio dentro do espaço urbano, conjugado com os transportes e as comunicações, é preciso aprender com o Japão. Assim sendo, de que adianta um estádio com 40000 pessoas em uma cidade em que até o fuso horário atrapalha? Para que fazer sede a capital de um estado que não possui posição de destaque no cenário sócio-econômico nacional? 

Para uma cidade ser sede de um mundial é preciso levar em conta, em primeiro lugar, a sua acessibilidade. Depois levamos em consideração itens como importância econômica, indicadores sociais e potencial turístico. Em último lugar – mas não menos importante -, a importância dos clubes locais para o futebol nacional.

manaus

A cidade de Manaus, capital do Amazonas (manaus.am.gov.br)

Levando em linha de conta estas variáveis, vejamos as três capitais do Norte que concorrem: Rio Branco, Manaus e Belém. Manaus supera as outras duas, apesar de não ter contado recentemente com clubes na primeira divisão nacional. Com relação às capitais do Centro-Oeste (Goiânia, Brasília, Cuiabá e Campo Grande), provavelmente serão duas as escolhidas, que serão Brasília (pelo fato de ser a Capital Federal) e Campo Grande (mais fácil acesso, porta de entrada do Pantanal e fronteira com 2 países, potenciando o turismo).

No Nordeste a concorrência é forte. Fortaleza, Recife e Salvador são as capitais dos 3 principais estados daquela região. Natal, portanto, está em desvantagem. No sul e no sudeste, todas as cidades postulantes estão adequadas principalmente às variáveis de acessibilidade e palmarés desportivo e, portanto, serão certamente escolhidas.

Projeto do estádio do Mineirão para a Copa de 2014 (ademg.mg.gov.br)

Com isso, na opinião deste blogueiro, analisadas e levadas em consideração todas as variáveis, as 12 rainhas escolhidas para 2014 serão: São Paulo (onde provavelmente será o jogo de abertura), Rio de Janeiro (onde será a final*), Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Manaus, Campo Grande e Brasília.

Será interessante saber como será o processo de escolha. Que os membros da comitiva saibam realmente escolher as cidades-sede e que as escolhidas façam o melhor. Porque um evento como a Copa do Mundo pode mudar um país.

* – item que será tema para outros textos

0 Responses to “As 12 Rainhas”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Esses Dias na História

27 de Maio

1703 – O Czar Pedro, o “Grande”, funda a cidade de São Petersburgo

28 de Maio

1993 – Eritreia e Mônaco se tornam membros da Organização das Nações Unidas

29 de Maio

1985 – Tragédia de “Heysel” (estádio em Bruxelas/BEL) em que mais de 30 torcedores da Juventus morrem antes do jogo final da Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões da UEFA)

30 de Maio

1961 – Rafael Leônidas Trujillo, ditador da República Dominicana, é assassinado em Santo Domingo (na altura chamada de “Ciudad Trujillo”)

31 de Maio

1910 – Criação da União Sul-Africana (atual África do Sul)

1961 – A União Sul-Africana sai da Comunidade Britânica (Commonwealth) e se torna “República da África do Sul”

1º de Junho

1967 – Os Beatles lançam o álbum “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, um dos mais aclamados álbuns da história do rock e número 1 de todos os tempos segundo a revista Rolling Stone

2 de Junho

1917 – O Brasil revoga sua neutralidade na Primeira Guerra Mundial e aborda barcos alemães

3 de Junho

1822 – Dom Pedro recusa fidelidade à Constituição portuguesa e convoca a primeira Assembleia Constituinte brasileira

4 de Junho

1970 – Independência de Tonga

5 de Junho

2003 – Dissolução da República Federal da Iugoslávia

6 de Junho

1944 – Segunda Guerra Mundial: Desembarque na Normandia de 155.000 soldados das tropas aliadas (“Dia D”)

7 de Junho

1494 – Portugal e a Espanha assinam o Tratado de Tordesilhas

8 de Junho

1990 – Começa o XIV Campeonato Mundial de Futebol na Itália com o jogo de abertura Camarões 1 x 0 Argentina

9 de Junho

1934 – Estreia do “Pato Donald” em The Wise Little Hen

10 de Junho

1539 – Hernando de Soto desembarca na baía do Espírito Santo (atual Sarasota, FL), nos Estados Unidos, com 600 homens

1770 – O governador de Buenos Aires, Bucarell, ordena que os ocupantes britânicos das ilhas Malvinas desocupem a zona

1776 – O Congresso de Filadélfia aprova a Declaração de Independência dos estados da união, nos Estados Unidos.

1829 – O governador das Províncias Unidas do Rio da Prata cria o Comando Político e Militar das Ilhas Malvinas

11 de Junho

***DATA MAGNA DA MARINHA DO BRASIL***

1865 – Vitória brasileira na Batalha Naval do Riachuelo, da Guerra do Paraguai

12 de Junho

1921 – Fundação do Figueirense Futebol Clube

13 de Junho

1808 – Criado o Jardim Botânico do Rio de Janeiro

14 de Junho

1900 – Havaí se torna parte do Estados Unidos

1982 – Fim da Guerra das Malvinas

15 de Junho

1891 – Já em tempos de República, é oficializada a Província de Minas Gerais como unidade da Federação

Mundo Virga

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Blog Stats

  • 142,841 hits

Virgilio’s Tweets

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: