E a Crise segue Culpada

Um baque. Foi assim que todos por cá receberam a notícia do fim do Finasa, tradicional equipe de voleibol de Osasco, cidade da região metropolitana de São Paulo.

Treino do Finasa/Osasco (estadao.com.br)

R$12 milhões/ano eram os gastos do banco (Finasa) com o clube. Os responsáveis alegaram a ruptura devido à crise porque passa o mundo. Não é só isso, obviamente. O principal objetivo de um patrocinador/sponsor é o resultado. No caso de um banco, ter mais clientes, estar em evidência, ser falado, comentado e unânime em termos de eficiência e outras características que se esperam de um banco. Estar associado à conquistas. E recentemente o Finasa foi “freguês” do Rexona, do Rio de Janeiro.

Poucas instituições financeiras privadas são sponsors de equipes de modalidades coletivas e populares. Sim, o leitor vai me dizer da equipe de vôlei masculino que o Banco Santander patrocina; do Gama (de Brasília), que era patrocinado pelo BRB; do Banrisul com o Grêmio e Inter; do BMG com o Vasco da Gama. São casos pontuais (o BMG pulou fora do Vasco depois que o Romário marcou o 1000º gol) e regionais! Onde aí se encaixam Itaú/Unibanco ou Bradesco? Em nada! O Santander sim, mas com cautela. Vamos voltar para a Copa de 2006 e toda aquela campanha publicitária que o banco espanhol fez com jogadores da seleção brasileira. Aquela Copa é lembrada pelo desempenho pífio do Brasil. E o Banco Santander acabou no ridículo.

Talvez seja por isso que atualmente o Banco Santander investe tanto na carreira do Bruno Senna, com valores mais altos que quaisquer equipes de voleibol ou 3, 4 jogadores de futebol. A instituição quer estar ao lado de um atleta com carreira promissora, sem dúvida. No caso de Bruno Senna, ainda mais: além da competência na condução, o nome dele significa boas entradas nas grandes equipes de F1 e, com isso, boas chances de obtenção de um título mundial. O retorno e o resultado porque esperam o Banco Santander: ser nº1 do mundo com Bruno Senna em um futuro próximo e ao mesmo tempo ser o banco nº1 no Brasil.

Bruno Senna (jovempan.uol.com.br)

Por falar em Senna, quando nos lembramos do Ayrton, nos lembramos também daquele boné azul que ele usava com a inscrição: “Nacional”, banco que nem existe mais, mas que sempre esteve associado ao piloto e à imagem de excelência, bom desempenho e constância que Ayrton transmitia. Por consequência, o banco a grosso modo também era assim visto.

O boné azul que Ayrton Senna usava (maranellomerchandise.com)

É muito simples e evasivo culpar a falta de investimentos no esporte por conta da crise. O objetivo final de toda empresa é o lucro. Convém saber se o esporte fornece às empresas patrocinadoras o resultado esperado e se trabalha para isso.

0 Responses to “E a Crise segue Culpada”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Virgilio’s Tweets

Esses Dias na História

14 de Agosto

1974 – Nasce Ryan Gracie, grande responsável pela expansão dos negócios da família com academias de Jiu-Jitsu Brasileiro.

15 de Agosto

1823 – Adesão da Província do Grão-Pará ao Império do Brasil.

16 de Agosto

1992 – O inglês Nigel Mansell torna-se campeão mundial de pilotos de Fórmula 1

17 de Agosto

1979 – Fundada a Associação Nacional de Jornais do Brasil, com o objetivo de defender a liberdade de imprensa

18 de Agosto

1964 – A África do Sul é banida dos Jogos Olímpicos pelo COI por não renunciar ao regime de apartheid (política de segregação racial)

19 de Agosto

1981 – Entra no ar o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

20 de Agosto

2016 – O Brasil conquista a medalha de ouro no futebol masculino dos Jogos Olímpicos.

21 de Agosto

1991 – Tentativa de golpe na URSS: a junta é dissolvida e Mikhail Gorbachev recupera o poder. O parlamento da Letônia proclama sua independência da URSS.

22 de Agosto

1910 – Anexação da Coreia pelo Japão, o que quase extinguiu a cultura coreana.

23 de Agosto

1987 – O Brasil conquista a medalha de ouro no basquetebol masculino nos Jogos Pan-Americanos.

Blog Stats

  • 144,532 hits

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: