Sinta-se em Casa!

Jogos Olímpicos, Copa do Mundo, Mundiais de diversas modalidades, torneios continentais, nacionais ou mesmo regionais. Muitas cidades querem receber eventos esportivos. Algumas concorrem, poucas podem, outras poucas que podem nem concorrem, muito poucas conseguem.

Certamente receber grandes eventos esportivos exigem muito das finanças públicas e quem acaba por arcar com estes gastos é a população, quer seja da cidade, quer seja do país. Para todos os gastos e investimentos, é necessário planejamento.

Por exemplo, dizem que o grande problema do Brasil para o Mundial FIFA 2014, Copa FIFA das Confederações 2013 e Jogos Olímpicos 2016 são os aeroportos. É um item que tem se mostrado bastante sensível nos últimos anos. Entretanto, um aeroporto não deve ser pensado apenas em termos de volume de passageiros. Os eventos vêm para o País, sem dúvida, mas eles acabam. Quando acabam, estes passageiros não voltam na mesma proporção. É por isso que é preciso pensar no aeroporto como sendo um porto seco, com o intuito de gerar rendimentos não somente a partir da movimentação de viajantes. O aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, ilustra esta situação.

A fim de mobilizar a população local, a iniciativa pública deve trabalhar dois grandes conceitos: mobilizar, mexer com o orgulho local e explorar as oportunidades econômicas advindas do grande evento. Trabalhar com o orgulho local é mostrar ao próprio habitante, ao país e ao mundo o legado da cidade; os valores que ela preserva, suas conquistas e vanguarda. Explorar o potencial econômico é deixar claro aos cidadãos que apesar de serem feitos muitos gastos, eles atrairão muito mais recursos.

Obviamente tudo isso deve ser feito com planejamento e responsabilidade, para que a cidade possa manter todo o investimento público realizado.

Estádio Moses Mabhida, em Durban, na África do Sul. Construído ao lado da linha férrea: exemplo de mobilidade urbana! (brillianttrrips.com)

Factores que devem ser prioridades à cidade, ao receberem grandes eventos desportivos – também não precisam sê-los: segurança, proteção, bem-estar, educação, limpeza, asseio, mobilidade urbana e, claro, planejamento em todas estas áreas. Assim profissionais e turistas poderão se sentir em casa. Um grande evento esportivo é um legado à cidade e ao País. Angola provavelmente não pensou nisso ao receber a Orange CAN’2010. Mas este é tema para outro texto.

Ver longe, já dizia Coubertin.

0 Responses to “Sinta-se em Casa!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Esses Dias na História

27 de Maio

1703 – O Czar Pedro, o “Grande”, funda a cidade de São Petersburgo

28 de Maio

1993 – Eritreia e Mônaco se tornam membros da Organização das Nações Unidas

29 de Maio

1985 – Tragédia de “Heysel” (estádio em Bruxelas/BEL) em que mais de 30 torcedores da Juventus morrem antes do jogo final da Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões da UEFA)

30 de Maio

1961 – Rafael Leônidas Trujillo, ditador da República Dominicana, é assassinado em Santo Domingo (na altura chamada de “Ciudad Trujillo”)

31 de Maio

1910 – Criação da União Sul-Africana (atual África do Sul)

1961 – A União Sul-Africana sai da Comunidade Britânica (Commonwealth) e se torna “República da África do Sul”

1º de Junho

1967 – Os Beatles lançam o álbum “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, um dos mais aclamados álbuns da história do rock e número 1 de todos os tempos segundo a revista Rolling Stone

2 de Junho

1917 – O Brasil revoga sua neutralidade na Primeira Guerra Mundial e aborda barcos alemães

3 de Junho

1822 – Dom Pedro recusa fidelidade à Constituição portuguesa e convoca a primeira Assembleia Constituinte brasileira

4 de Junho

1970 – Independência de Tonga

5 de Junho

2003 – Dissolução da República Federal da Iugoslávia

6 de Junho

1944 – Segunda Guerra Mundial: Desembarque na Normandia de 155.000 soldados das tropas aliadas (“Dia D”)

7 de Junho

1494 – Portugal e a Espanha assinam o Tratado de Tordesilhas

8 de Junho

1990 – Começa o XIV Campeonato Mundial de Futebol na Itália com o jogo de abertura Camarões 1 x 0 Argentina

9 de Junho

1934 – Estreia do “Pato Donald” em The Wise Little Hen

10 de Junho

1539 – Hernando de Soto desembarca na baía do Espírito Santo (atual Sarasota, FL), nos Estados Unidos, com 600 homens

1770 – O governador de Buenos Aires, Bucarell, ordena que os ocupantes britânicos das ilhas Malvinas desocupem a zona

1776 – O Congresso de Filadélfia aprova a Declaração de Independência dos estados da união, nos Estados Unidos.

1829 – O governador das Províncias Unidas do Rio da Prata cria o Comando Político e Militar das Ilhas Malvinas

11 de Junho

***DATA MAGNA DA MARINHA DO BRASIL***

1865 – Vitória brasileira na Batalha Naval do Riachuelo, da Guerra do Paraguai

12 de Junho

1921 – Fundação do Figueirense Futebol Clube

13 de Junho

1808 – Criado o Jardim Botânico do Rio de Janeiro

14 de Junho

1900 – Havaí se torna parte do Estados Unidos

1982 – Fim da Guerra das Malvinas

15 de Junho

1891 – Já em tempos de República, é oficializada a Província de Minas Gerais como unidade da Federação

Mundo Virga

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Blog Stats

  • 142,840 hits

Virgilio’s Tweets

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: