A Guerra, a Bósnia, a Copa e o Reconhecimento

Quando da Guerra da Bósnia (1992-1995) eu tinha treze, quatorze anos. Era a segunda guerra que acompanhava. A primeira tinha sido do Iraque, em 1991. Tomahawk e Exocet tornaram-se infelizmente nomes comuns e lembro-me da cobertura da TV à época. Cobriam o conflito como se fosse esporte. Lembro-me bem, o apresentador dizia: “…e nesta batalha os EUA atuaram com: F-16…três mísseis…enquanto as tropas de Saddam combateram com tais e tais armamentos…”.

sarajevo

O conflito nos Bálcãs não parecia ter fim. Em função da declaração de independência da Bósnia (1992), todos os dias, ininterruptamente, Sarajevo (capital da Bósnia e Herzegovina) era bombardeada, ou então as cidades de Mostar ou Srebrenica. Não havia apenas bósnios que habitavam o país. Havia sérvios e croatas, que queriam a anexação do território bósnio às respectivas pátrias-mãe. Era um dia pior que o outro, perseguição étnica, genocídio. Tudo isso ali, acontecendo a mais ou menos 100 quilômetros da Itália, da Áustria, da Europa Ocidental, há muito pouco tempo, 20 anos.

Com o Tratado de Dayton (1995), pôs-se fim ao conflito e a integridade bósnia é mantida, com líderes sérvios, croatas e bosníacos. Milosevic (Slobodan, ex-presidente iugoslavo) ainda tentaria sustentar a Iugoslávia, mas perde poder e é julgado, dentro e fora do país. Nova geração de políticos, moderados, assume o poder em Belgrado. A província do Kosovo passa por processo de desmembramento, Montenegro conseguiu mais tarde uma independência pacífica que deu origem a dois novos países, o próprio Montenegro e a Sérvia, cuja capital continua sendo Belgrado.

Voltemos à Bósnia. Sarajevo fora sede das Olimpíadas de Inverno, de 1984. Entretanto, até hoje, quando vem-me o nome “Sarajevo” (saraievo), vem à mente edifícios destruídos e imagens de horror. Por pouquíssimas vezes a Bósnia e Herzegovina teve chances de mostrar-se ao mundo como país. Ou não teve.

Mas terá. Nesta última semana o país conquistou vaga para a fase final da Copa do Mundo FIFA que será disputada no Brasil, em 2014. O esporte simbolicamente explicita para a opinião pública internacional que a Bósnia é uma soberania e independente. Declarações de independência, reconhecimento de soberania por outros países e acordos de paz, não bastam.

Bosnia soccer national team fans celebrate their 2014 World Cup qualifying match victory over Lithuania, in Sarajevo

O reconhecimento público dá-se apenas através de uma via, a do esporte, como se o(s) atleta(s) dissessem: “sim, existimos e somos um país”.

0 Responses to “A Guerra, a Bósnia, a Copa e o Reconhecimento”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Esses Dias na História

30 de Abril

1854 – Inauguração da primeira ferrovia do Brasil em seu trecho inicial, ligando o porto de Mauá (atual Guia de Pacobaíba) a Fragoso (atual Magé), no Rio de Janeiro

1912 – Fundação do América Futebol Clube (Belo Horizonte)

1º de Maio

1994 – Grave acidente mata o tricampeão mundial de pilotos de Fórmula 1, Ayrton Senna, durante o GP de San Marino

2 de Maio

1952 – O primeiro avião do tipo jato comercial do mundo, o de Havilland Comet 1, faz seu primeiro voo, de Londres a Joanesburgo

3 de Maio

1921 – Partição da Irlanda: o Ato do Governo da Irlanda de 1920 é aprovado, dividindo a ilha da Irlanda em Irlanda do Norte (Reino Unido) e Irlanda do Sul (República da Irlanda/Eire)

4 de Maio

1949 – Avião que transportava a delegação da equipe de futebol do Torino FC/ITA sofre acidente sem sobreviventes

5 de Maio

1862 – Cinco de Mayo: tropas lideradas por Ignacio Zaragoza impedem uma invasão francesa na “Batalha de Puebla” no México

6 de Maio

1949 – EDSAC, o primeiro computador eletrônico digital com armazenamento de programas, executa sua primeira operação

1994 – Inaugurado o “Eurotúnel”

7 de Maio

1927 – Fundação em Porto Alegre da VARIG (Viação Aérea Rio-Grandense), a primeira companhia aérea brasileira

1948 – Fundação da Viação Cometa

8 de Maio

1846 – Guerra Mexicano-Americana: “Batalha de Palo Alto”: Zachary Taylor derrota uma força mexicana ao norte do rio Grande na primeira grande batalha da guerra

9 de Maio

1386 – Assinada a Aliança Luso-Britânica entre Portugal e Inglaterra, a mais antiga aliança entre nações a vigorar

10 de Maio

1975 – Sony apresenta o gravador de videocassete Betamax no Japão

11 de Maio

912 – Alexandre se torna Imperador do Império Bizantino

12 de Maio

1551 – Fundada em Lima, Peru, a primeira universidade da América, a Universidade Nacional Maior de São Marcos

13 de Maio

1888 – Fundação do Clube Atlético São Paulo (SPAC)

14 de Maio

1948 – Independência e criação do Estado de Israel

15 de Maio

1935 – O Metropolitano de Moscou é aberto ao público

16 de Maio

1929 – 1ª edição dos Óscares da Academia, em Hollywood/EUA

17 de Maio

1909 – Fundação do Paulista Futebol Clube, mais conhecido como “Paulista de Jundiaí” ou “Galo da Japi”

18 de Maio

1991 – A Somalilândia declara sua independência da Somália, mas sem reconhecimento da comunidade internacional

19 de Maio

1905 – Albert Einstein publica sua tese sobre a teoria da relatividade

20 de Maio

1989 – Criação de Palmas, cidade capital do Tocantins

2007 – Romário faz seu milésimo gol como futebolista profissional

21 de Maio

1904 – Fundação da Federação Internacional de Futebol (FIFA)

22 de Maio

1990 – Os líderes do Iêmen do Norte, Ali Abdullah Saleh, e do Iêmen do Sul, Ali Salim al-Baidh, proclamam o nascimento da República do Iêmen, mediante a unificação de ambos os territórios

23 de Maio

***Dia do M.M.D.C.***

1932 – No Brasil, são mortos estudantes paulistas (Miragaia, Martins, Dráusio e Camargo); surge a sigla “MMDC” utilizada como bandeira para um movimento revolucionário que viria em breve

24 de Maio

1822 – Independência do Equador

1866 – Batalha de Tuiuti, da Guerra do Paraguai, entre o exército paraguaio e as forças da Tríplice Aliança

25 de Maio

1810 – “Revolução de Maio”, na Argentina: era o estopim para o processo de independência do país que viria em 9 de Julho de 1816

26 de Maio

2004 – O FC Porto conquista, pela segunda vez, a Liga dos Campeões da Europa

27 de Maio

1703 – O Czar Pedro, o “Grande”, funda a cidade de São Petersburgo

Mundo Virga

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Blog Stats

  • 142,781 hits

Virgilio’s Tweets

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: