Um País a Mais no Mundo do Esporte

Talvez a declaração de independência do Kosovo, declarada hoje, seja a última página de um livro acerca da formação e da triste e sangrenta desintegração da Iugoslávia. A antiga união dos povos eslavos do sul hoje dá origem a mais um novo país e somam agora 7 (Eslovênia, Croácia, Bósnia-Herzegovina, Macedônia, Montenegro, Sérvia e Kosovo) desde a queda do governo central de Belgrado.

Mais um país para o COI, mais um país para a FIFA, UEFA e demais organismos esportivos internacionais. Mais um motivo para os europeus reclamarem mais vagas em Copas do Mundo. Na primeira delas, em 1930 no Uruguai, os iugoslavos foram um dos poucos europeus que se dispuseram a atravessar o Atlântico e disputar o mundial. Sempre foram um povo muito ligado à prática esportiva, potência no basquetebol, sendo campeão mundial por cinco vezes. Franjo Mihalic foi medalha de prata na Maratona durante os Jogos Olímpicos de Roma, em 1960. Sarajevo sediou as Olimpíadas de Inverno de 1984. O futebol foi por duas vezes vice-campeão europeu (1960 e 1968), para não falar de futebolistas como Stojkovic, Prosinecki e Stankovic. Partizan, Dínamo de Zagreb e Estrela Vermelha sempre foram referências em termos clubísticos, com destaque à conquista da Liga dos Campeões da Europa pela última equipe, em 1991.

zvezda01p1

Jogadores do Estrela Vermelha, campeão da Liga dos Campeões da Europa’91

1991 que foi o ano do início da desfragmentação iugoslava. A situação política interna já não ia tão bem. Os exemplos de movimentos separatistas na ex-União Soviética também alimentavam a tensão. Os mais românticos dizem que o colapso da Iugoslávia se deu a partir de um jogo de futebol entre o Estrela Vermelha, de Belgrado e o Dínamo, em Zagreb (atual capital da Croácia). Os torcedores locais levaram ácido às arquibancadas para que os alambrados que os separavam dos visitantes fossem corroídos. Isso aconteceu realmente e o confronto foi inevitável. Os policiais, que em princípio tinham que garantir a segurança dos visitantes, foram coniventes com esta iniciativa, até mesmo tomando parte dela. Ao verem seus torcedores sendo atacados, os próprios jogadores do Estrela Vermelha atacaram os policiais. Enquanto isso, na final do mundial de basquete, croatas agitavam suas bandeiras e vaiavam o hino iugoslavo, fazendo com que Vlade Divac – que por muito tempo jogou na NBA – abandonasse a quadra e partisse para a agressão física aos separatistas. Já em uma escola de Belgrado, uma professora queria saber o porquê de o aluno haver faltado às aulas por muitos dias. De acordo com seu pai, o menino aprendera muito mais sobre cidadania e amor à pátria ao acompanhar um jogo do Partizan no exterior. Se ficasse na escola, nem tanto.

Once_Brothers006

Seleção iugoslava de basquete, campeã mundial de 1990, com Vlade Divac e Dražen Petrović, jogadores que anos depois tiveram suas histórias contadas no documentário ‘Once Brothers’ > http://bit.ly/1suWBaU

A divisão da Iugoslávia proporcionou mais jogos para o apuramento à Eurocopa, ao Mundial de futebol, de basquetebol e de handball, por exemplo. Pode ter levado dor-de-cabeça aos dirigentes, mas, ao mesmo tempo, o esporte foi uma maneira de auto-determinação dos povos destes novoa países: a Croácia foi 3ª colocada na Copa de 1998, e tem tenistas de ponta como Ivan Ljubcic e Goran Ivanisevic (campeão de Wimbledon em 2001). Por sua vez, a Eslovênia participou de dois mundiais de futebol e a Bósnia-Herzegovina tem uma das melhores seleções de hóquei-no-gelo.

Bósnia-Herzegovina (azul) x Grécia, no handball

A partir disso tudo, com o Kosovo não será diferente e talvez uma das primeiras providências será a de participar das Olimpíadas em Beijing, em agosto próximo. Filiar-se ao COI e à FIFA é mais de meio caminho andado para o seu reconhecimento perante à comunidade internacional. Por enquanto deve-se desejar os parabéns aos kosovares pela independência!

2 Responses to “Um País a Mais no Mundo do Esporte”


  1. 1 sara luzia 16/03/2008 às 9:25 pm

    Oi Virgílio! Ficamos à espera de um workshop de desporto lá no grupinho de sexta-feira! 😀


  1. 1 Nba » Um País a Mais no Mundo do Esporte Trackback em 17/02/2008 às 6:08 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Virgilio’s Tweets

Esses Dias na História

20 de Novembro

1994 – O governo de Angola (MPLA) e os rebeldes (UNITA) assinam o protocolo de Lusaka, no Zâmbia, e colocam fim a 19 anos de Guerra Civil

21 de Novembro

1902 – O Philadelphia Football Athletics derrota o Kanaweola Athletic Club de Elmira/NY por 39 a 0, no primeiro jogo profissional do Futebol Americano jogado à noite

22 de Novembro

1975 – Juan Carlos é declarado Rei da Espanha, após a morte do Gral. Franco

23 de Novembro

1971 – A República Popular da China ganha a vaga da República da China no Conselho de Segurança da ONU

24 de Novembro

1973 – É imposto limite de velocidade nas “AutoBahns” alemãs em função da crise do petróleo. Esta imposição dura apenas 4 meses.

25 de Novembro

1966 – Primeiro link de TV entre o Reino Unido e a Austrália

26 de Novembro

1917 – Formação da National Hockey League/Liga Nacional de Hóquei (NHL) com as seguintes equipes (todas canadenses): Montréal Canadiens, Montréal Wanderers, Ottawa Senators, Québec Bulldogs e Toronto Arenas

27 de Novembro

***Dia de São Virgílio***

1971 – O programa espacial soviético comemora a chegada do módulo “Mars 2”, o primeiro objeto produzido pelo homem a atingir a superfície do planeta Marte

Blog Stats

  • 145.755 hits

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: