Mercoturismodesportivo

É pouca coisa, mas é o começo. Já estão no metrô de São Paulo cartazes promocionais da Copa América do próximo mês de Julho, na Argentina. Não é visualmente atraente, tampouco possui a logomarca oficial da competição, mas é o começo. A primeira vez que uma ação como essas é feita em torneios como este, o continental mais antigo do planeta. Ou da vez passada você viu outdoors pela cidade: “Conheça a Venezuela” ? Não.

Cartaz da Copa América no metrô de SP (fonte: @heloribeiro)

Cartaz da Copa América no metrô de SP (fonte: @heloribeiro)

Pois bem, não vou repetir aqui o que sempre digo, que faltam ações conjuntas da entidade organizadora do torneio com os comitês locais de turismo para promover a visitação nos locais do evento. Parece que não pensam nisso. Vivemos em um momento que – apesar de pouco se falar em Mercosul – nunca houve integração tão grande entre os Países do Cone Sul. O esporte, mesmo com as rivalidades, é um dos principais fatores desta integração. Haja vista a quantidade de argentinos, uruguaios e paraguaios no esporte nacional. Um dos principais nomes da SE Palmeiras é Chileno. Os dois patrocinadores do CA River Plate, são Brasileiros.

Oras, Copa América é turismo esportivo, assim como são os Jogos Olímpicos e o Mundial FIFA. Turismo é geração de empregos, renda e riqueza.

Se pensamos em integração desses Países, vamos começar pelo que há de mais óbvio entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai: a bola. No entanto, pensar além deste óbvio.

Link para acessar a foto: http://twitpic.com/5fmd2o

3 Responses to “Mercoturismodesportivo”


  1. 1 Domingos Arthur 13/07/2011 às 1:54 am

    Interessantissimo esse tema, até agora não entendi qual legado ficara para o Brasil após Copa e Olimpiada, se contarmos estádio em São Paulo, teremos o do Corinthians, legado para os Corinthianos! Inocencia pura, afinal quem vai pagar o valor aproximado de R$ 7oo milhões de reais na obra desse estádio, dizem que o setor privado, empresa de 7 letras, começa com G termina com O, dizem que tem políticos, mas nada que atrapalhe o desenvolvimento social de uma certa cidade no Brasil, aquela região desse estádio é fantástica, tem até metrô, já creche e hospital, não há muita necessidade, apesar de uma região super populosa, todos que moram ali estão acostumados com trânsito, a longa caminhada até outras regiões e violência urbana, é algo rotineiro. Então viva o estádio e a carencia de uma sociedade melhor.
    Ao andarmos no mapa de nosso páis, no norte está sendo construído um elefante branco, um estádio em Manaus, que após a Copa será de muita serventia, acredito que para os Caprichosos, lembrando que o time Fast de Manaus é um time de muita tradição, só não lembro em qual divisão do futebol nacional estão jogando.
    No Rio, tudo é lindo, a cidade é maravilhosa, o setor de hotelaria esta aumentando, tem motel se tornando hotel, é o crescimento do setor hoteleiro, Maracanã será palco da final, orgulho nacional, só não podemos lembrar da Copa de 1950;
    Então, juro que tento e torço por um legado positivo, talvez o rendimento de marketing nos produtos, a existencia de várias arenas e estádios, o idealismo de mais prática de esportes e uma política social mais justa.

    Bom Virgilio, invadi seu blog, desde já me desculpo,mas acredito nesses eventos esportivos para o desenvolvimento das profissões que envoltam o esporte, como as nossas, algo que reflito as vezes, e os “brasileiros desavisados”, o que será de legal os legados que serão deixados?

    Abraços

    Domingos Arthur

    • 2 Virgílio 13/07/2011 às 2:06 am

      Grande Domingos, fique à vontade! É exatamente isso q vc diz, a situação está cada vez mais assustadora e Ricardo Teixeira pode mais que o Governo Federal. E na verdade ele pode mesmo! Vc viu a entrevista dele na “Piauí”? Ele falou alguma inverdade? Não. A situação mesmo é a que ele coloca.
      Não sei no que isso vai dar, Domingos. Sinceramente.
      São Paulo fará muito bem em não ser palco do jogo de abertura.
      abraços

      • 3 Domingos Arthur 15/07/2011 às 11:27 pm

        Virgilio, ouvi a rádio Band news, que acho uma grande curiosidade ligado a essa situação,
        Na revista da Playboy da Feiticeira, umas das mais vendidas por sinal, em meios as páginas, tem uma entrevista com o Sr. Ricardo Teixeira, e na questão sobre construir ou reformar estádios, ele enfatiza que é mais economico e eficiente reformar do que construir estádio para receber a Copa do Mundo.

        Ou seja, Qual a coerencia do Sr. Ricardo?

        Vo ver se acho essa revista, mas não pela entrevista, rs!

        Forte abraço

        Domingos Arthur


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Esses Dias na História

27 de Maio

1703 – O Czar Pedro, o “Grande”, funda a cidade de São Petersburgo

28 de Maio

1993 – Eritreia e Mônaco se tornam membros da Organização das Nações Unidas

29 de Maio

1985 – Tragédia de “Heysel” (estádio em Bruxelas/BEL) em que mais de 30 torcedores da Juventus morrem antes do jogo final da Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões da UEFA)

30 de Maio

1961 – Rafael Leônidas Trujillo, ditador da República Dominicana, é assassinado em Santo Domingo (na altura chamada de “Ciudad Trujillo”)

31 de Maio

1910 – Criação da União Sul-Africana (atual África do Sul)

1961 – A União Sul-Africana sai da Comunidade Britânica (Commonwealth) e se torna “República da África do Sul”

1º de Junho

1967 – Os Beatles lançam o álbum “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, um dos mais aclamados álbuns da história do rock e número 1 de todos os tempos segundo a revista Rolling Stone

2 de Junho

1917 – O Brasil revoga sua neutralidade na Primeira Guerra Mundial e aborda barcos alemães

3 de Junho

1822 – Dom Pedro recusa fidelidade à Constituição portuguesa e convoca a primeira Assembleia Constituinte brasileira

4 de Junho

1970 – Independência de Tonga

5 de Junho

2003 – Dissolução da República Federal da Iugoslávia

6 de Junho

1944 – Segunda Guerra Mundial: Desembarque na Normandia de 155.000 soldados das tropas aliadas (“Dia D”)

7 de Junho

1494 – Portugal e a Espanha assinam o Tratado de Tordesilhas

8 de Junho

1990 – Começa o XIV Campeonato Mundial de Futebol na Itália com o jogo de abertura Camarões 1 x 0 Argentina

9 de Junho

1934 – Estreia do “Pato Donald” em The Wise Little Hen

10 de Junho

1539 – Hernando de Soto desembarca na baía do Espírito Santo (atual Sarasota, FL), nos Estados Unidos, com 600 homens

1770 – O governador de Buenos Aires, Bucarell, ordena que os ocupantes britânicos das ilhas Malvinas desocupem a zona

1776 – O Congresso de Filadélfia aprova a Declaração de Independência dos estados da união, nos Estados Unidos.

1829 – O governador das Províncias Unidas do Rio da Prata cria o Comando Político e Militar das Ilhas Malvinas

11 de Junho

***DATA MAGNA DA MARINHA DO BRASIL***

1865 – Vitória brasileira na Batalha Naval do Riachuelo, da Guerra do Paraguai

12 de Junho

1921 – Fundação do Figueirense Futebol Clube

13 de Junho

1808 – Criado o Jardim Botânico do Rio de Janeiro

14 de Junho

1900 – Havaí se torna parte do Estados Unidos

1982 – Fim da Guerra das Malvinas

15 de Junho

1891 – Já em tempos de República, é oficializada a Província de Minas Gerais como unidade da Federação

Mundo Virga

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Blog Stats

  • 142,841 hits

Virgilio’s Tweets

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: