O “Conselho de Segurança” do Futebol

Com a classificação do Peru para o mundial de futebol da Rússia no próximo ano, a América do Sul terá 5 representantes no evento. Os outros quatro são Argentina, Brasil, Colômbia e Uruguai. A região tem 10 seleções. Metade delas vai para a Copa. Logo, 50%!

Alta proporção em relação aos outros continentes. A Europa possui 55 membros e teve 14 vagas (25,45%). A Ásia, 47 e 5 vagas (a da Austrália foi na repescagem), 10,64%. A África, 5 vagas entre 56 federações nacionais, 9%. A América do Norte, Central e Caribe, 3 em 41 integrantes (7,3%). A Oceania não teve nenhum classificado entre os seus 14 membros.

peru2

Peru celebra gol que o classificou para o Mundial de Futebol em 2018

É grande a proporção de equipes classificadas da América do Sul. É mercado populoso e com poder aquisitivo, mas incomparável com outras partes do mundo como a Ásia, Europa e América do Norte. Por que tamanha diferença nestas proporções? Levanto aqui algumas hipóteses:

  1. Torneio de seleções mais antigo do futebol, a Copa América, de 1916;
  2. Número de títulos mundiais, vice-campeões e semi-finalistas em Copas (Chile já foi terceiro em 1962), em proporção ao número de equipes na Confederação da América do Sul;
  3. Contribuição com o jogo;

Ainda assim acho bastante alto o índice de 50%. Por que as Américas não têm uma confederação continental apenas? A maneira como a modalidade foi organizada na América do Sul foi completamente diferente da das partes Central e do Norte, bem como das ilhas do Caribe. Por que Suriname, Guiana e Guiana Francesa não fazem parte da Confederação Sul-Americana? Pela organização política, econômica, social e cultural desses países e território ultramarino francês, que estão mais próximos dos do Caribe do que dos da América do Sul.

 

Por analogia, a América do Sul no futebol lembra o Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas, que zelam pela manutenção da paz e segurança internacional. Seria a “Liga da Justiça”? É…por aí, vai. Cinco membros do CS são permanentes e possuem poder de veto: República Popular da China, Federação Russa, República Francesa, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e Estados Unidos da América. Os outros 10 países ocupam posição rotativa no CS que dura dois anos.

Se a presença permanente no Conselho e o veto é em preservação à natureza da ONU e da manutenção da balança de poder, tantas vagas para a América do Sul explica-se para preservar uma “balança de poder” do futebol mundial – que atualmente pende muito mais para a ordem econômica do hemisfério norte – e a natureza do jogo, que os sul-americanos receberam e aprimoraram, enquanto que hoje europeus e asiáticos a aperfeiçoaram, ao incorporarem a tecnologia e outros elementos que remontam à Revolução Industrial (1760, 1820 a 1840), como a psicologia do trabalho, os recursos humanos, a produção em série – produtividade, eficiência e eficácia – além da otimização do tempo.

Revolução Industrial que projetou várias modalidades esportivas, entre elas o futebol. Tema para outro texto!

0 Responses to “O “Conselho de Segurança” do Futebol”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Virgilio’s Tweets

Esses Dias na História

20 de Janeiro

1567 – Os Povos Originários da região mais as tropas de Estácio de Sá expulsam os franceses e estabelecem o povoado do Rio de Janeiro, em um dia de São Sebastião. Por isso o nome completo da atual capital do estado do Rio de Janeiro é São Sebastião do Rio de Janeiro

21 de Janeiro

1911 – Ocorre o primeiro “Rali de Monte Carlo”

22 de Janeiro

1532 – Fundação da vila de São Vicente, no litoral de São Paulo, a mais antiga do Brasil

23 de Janeiro

1900 – Guerra dos Bôeres: termina a batalha de Spion Kop entre as forças do Reino Unido contra as da República da África do Sul e do Estado Livre de Orange, com derrota dos britânicos. É em referência a esta batalha que parte do estádio do Liverpool FC (Anfield Road) é conhecida como a “Kop”

24 de Janeiro

1984 – A Apple lança o Macintosh

25 de Janeiro

1554 – Fundação de São Paulo de Piratininga, capital do estado de São Paulo

1576 – Fundação de São Paulo da Assunção de Luanda, capital da República de Angola

26 de Janeiro

1788 –  Uma primeira frota britânica, liderada por Arthur Phillip, atraca em Porto Jackson (baía de Sydney) e estabelece o povoado de Sydney, o primeiro assentamento europeu na Austrália. Como lembrança, é neste dia celebrado o “Dia da Austrália”

1841 – Hong Kong torna-se parte do Reino Unido

27 de Janeiro

1973 – Acordos de Paz de Paris terminam oficialmente a Guerra do Vietnã

28 de Janeiro

1986 – Missão STS-51-L: o ônibus espacial Challenger explode 73 segundos após a decolagem, matando os sete astronautas a bordo

29 de Janeiro

1886 – Karl Benz patenteia o primeiro automóvel bem sucedido à gasolina

30 de Janeiro

1972 – Domingo Sangrento (o da música dos “U2”): paraquedistas britânicos abrem fogo contra manifestantes católicos em Derry, Irlanda do Norte, matando 14 pessoas

31 de Janeiro

1961 – Programa Mercury: Mercury-Redstone 2: Ham, o chimpanzé viaja pelo espaço sideral

1º de Fevereiro

1908 – Regicídio de Lisboa: o rei Carlos I de Portugal e o infante Luís Filipe são mortos a tiros em Lisboa

Blog Stats

  • 146.183 hits

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: